quarta-feira, 29 de junho de 2016

CONTO: Não gozei, Mas adorei( banherão)

 
Essa daqui e fresquinha,aconteceu quarta feira (15/06/16) fui à nova Iguaçu resolver umas coisas e passei na galeria do lado do mercado Guanabara recarregar meu cartão bilhete único. Chegando à fila(por sinal estava grande), um moleque branquinho, gordinho aparentando ter uns 24 anos, ficou me olhando meio desconfiado, de inicio não gostei porque pareceu que ele pensou que eu ia rouba-lo, pela forma com que ele reagiu e me olhou quando cheguei, mais reparei que ele disfarçou olhou pra mim, pra minha rola e pros lados, olhei pra ele e ele abaixou o olhar, pensei, quer saber vou ver qual é a dele, botei o fone no ouvido pra fingir que estava ouvindo musica, coloquei minha bolsa e meu casaco de lado tampando a visão da outra fila, e comecei a apertar meu pau pra deixar duro. Ai que tive a certeza que ele queria rola, ele ficou mais inquieto e olhava mais vezes pra minha rola, a fila foi andando e eu de pau duro na calça, decidi ser mais ousado e abri o zíper e deixei minha cueca branca ficar visível pra ele ver, o moleque olhou pra mim e pra minha calça e se abanou kkkk. Chegou à vez dele na maquina de recarga, depois eu fui, ele recarregou e saiu pra esquerda sem olhar pra trás, pensei: pó nem vai rolar nada, terminei a recarga e olhei pra onde ele foi e ele estava parado olhando pra uma loja lá, fui ate onde ele estava, e parece que estava me esperando, porque quando me viu já se virou, ai perguntei se ali tinha banheiro, ele disse que sim, eu disse pó onde fica não sei andar aqui, ai ele foi andando e eu do lado dele, chagando no banheiro, bem simples e pequeno, uma pia, um mictório de alumino que não tem divisória e uma cabine com um vazo. Parei no mictório e botei a rola pra fora, ainda meia bomba e o gordinho já veio pegando minha pika com vontade e foi apertando, meu pau voltou a ficar duro começou a bater e olhar direção da porta parava toda vez que ouvíamos barulho, dava uma olhada pra ver se não vinha alguém enquanto eu me punhetava, ai voltava a punhetar, que adrenalina, um desconhecido me punhetando num banheiro publico que loucura boa, ficou melhor ainda quando uma dessas vezes que ele foi disfarçar e olhar a porta ele voltou e chupou a cabeça do pau e depois fez uma garganta profunda, puta que pariu que boquinha gostosa e quente, tratei logo de segurar no cabelo dele e foder a boca dele como se fosse um cusinho, e pior que o safado nem engasgou, meu pau e normal 19cm, mais nem todo mundo que já transei conseguiu engolir ele todo. Paramos porque ouvimos barulho, mais não era ninguém, e ele voltou a me punhetar, chupava e lambia a cabeça do meu pau, tava muito bom aquilo que tesão danado dei um apertada na bunda do gordinho, que por sinal que bunda carnuda, ele abaixou a calça, achei que ele queria me dar ali kkk, mais era só pra eu ver. Pensamos em entrar na cabine, mais o muro era muito baixo, ai ele perguntou se eu queria ir ao banheiro do shopping (top shopping) que la era mais tranquilo, fiquei meio pensativo mais aceite, guardei a rola com dificuldade porque estava muito dura, e saímos, primeiro ele depois eu. No caminho nos apresentamos, ele disse que morava ali perto, mais seus pais estavam em casa e não daria pra ser la. Pegamos um ônibus pra chegar mais rápido ao shopping, sentamos la trás e pra nos ajudar o ônibus estava vazio, sentei no canto, e o safado já veio passando a mão na minha rola por cima da calça, falando que eu era gostoso que adorou me chupar, perguntou se gostei a boca dele, eu disse que sim ai ele falou que seu cusinho era bem melhor, nessa hora abri o zíper e botei a pika pra fora o gordinho suspirou e começou a punhetar, eu nem estava acreditando em tudo aquilo que estava acontecendo desde o inicio. Chegamos ao shopping entramos e já fomos para o banheiro, infelizmente não estava vazio, tinha um funcionário limpando as pias, entrei em uma cabine ele na do lado, esperamos ficar tranquilo e o gordinho e veio rápido pra minha cabine, eu já estava batendo uma esperando ele, mal chegou já caiu de boca, a rola foi ficando totalmente dura na boquinha quente dele e aquela adrenalina estava me deixando mais excitado fazendo minha pika ficar mais dura, o banheiro voltou a encher e tive que ficar com um pé em cima do vazo e outro pé quase atrás do vazo, caso alguém olhasse por baixo não ia ver duas pessoas. Voltei a segurar a fuder aquela boquinha, eu sentia minha pika soltar aquele mel de pré-gozo, e o safado apertava a cabeça pra lamber, eu estava com tesão e medo ao mesmo tempo a mamada dele tava muito boa,queria gozar logo pra sair dali antes que desse merda kkk. Fiz sinal pra ele me mostrar a bunda, ele desceu a bermuda e abrir a bunda com as mãos pra eu ver seu cusinho, e que cuzinho lindo rosinha e lisinho, ai que pirei, botei a pika no cusinho dele e fiquei cutucando tipo metendo e como a bunda dele e bem carnuda realmente parecia que já estava metendo nele, alguém entrou na cabine do lado, ai o gordinho levantou a calça e voltou a me punhetar, foi quando olhei pro chão e vi que o movimento da mão dele estava fazendo sombra no chão, mal reparei isso quem estava na cabine do lado, virou o pé pra nossa direção, nessa hora paramos, meu pau ate amoleceu um pouco, não sei por qual motivo a pessoa virou o pé pra nossa cabine, mais ficou assim uns minutos e depois tirou, o gordinho nem quis saber e já voltou a por minha pika na boca, dando vida a cobra de novo, deixou ela durona só lambendo rápido a cabeça, voltei a fuder aquela boquinha gostosa, ele me punhetava com força minha rola pra eu gozar, só que quanto mais ele batia, mais eu queria e o gozo não vinha, nisso teve mais um novo barulho na cabine do lado, ai o gordinho decidiu sair porque estava ficando muito arriscado, ele saiu e eu tranquei de leve a porta e esperei quem estava ao lado sair, e esperei mais um pouco e sai, nisso sai de cabeça baixa, mais reparei que tinha um cara no mictório em frente as cabines que me olhou desconfiado, lavei a mão e sai, o gordinho sai depois e saímos do shopping antes que desse merda, la fora ele disse que queria muito me ver gozando e adorou meu pau, lamentamos o banheiro estar cheio, ele me deu seu numero pra eu passar um zap pra marcar algo, ele foi para um lado e eu pro outro. Apesar de não ter gozado, estava feliz pela experiência,sempre lia aqui no site e me dava tesão, mais nunca achei que ia acontecer comigo,cheguei em casa tomei banho almocei e depois fui bater uma punheta lendo os contos pra poder tirar o leite preso, e ti falar, esse gordinho ia se fartar, porque eu gozei muito viu kkk.

Nenhum comentário:

Postar um comentário